Décimo Primeiro Dia em Portugal (20110107): Ainda a Paisagem Cultural de Sintra

Como que por milagre, o tempo melhorou hoje, até chegou a sair o sol. Por isso, rumamos de volta a Sintra, para visitar o Parque e Palácio Monserrate e o Convento dos Capuchos – e tirar algumas fotos.

Gostamos muito do Parque de Monserrate – e do que pudemos ver do palácio. Porque o palácio está sendo restaurado, só o primeiro andar está acessível a visitantes. Mas é lindo – e tem uma história muito interessante (que contarei adiante). Mas dentro do palácio é proibido tirar fotos, mesmo sem flash.

O parque, porém, é magnífico. Esbaldei-me de tirar fotos – cada uma mais bonita do que a outra. Estou as colocando no Facebook – todas as 343, em dois álbuns (limite máximo de cada album, 200 fotos), com as repetições de sempre (tiro regularmente mais de uma foto de uma cena, caso uma não saia boa).

O responsável pela construção do primeiro palácio de Monserrate foi Gerard de Visme, comerciante inglês detentor da concessão da importação do pau-brasil. Isso foi feito no século XVIII.

Parte do que estava construído foi destruída pelo terremoto de Lisboa, tendo o palácio sido reconstruído pelo próprio de Visme e, posteriormente, aumentado, já no começo do século XIX, por William Beckford (1760-1844), que o havia adquirido. Beckford foi escritor, romancista, crítico de arte, bibliófilo e construtor. Era pessoa bastante excêntrica, e ficou conhecido como o jovem inglês mais rico do seu tempo

Oportunamente (1856) o palácio foi adquirido por Francis Cook (1817-1901), milionário inglês da área têxtil, dono de uma das maiores coleções britânicas de arte, e que veio a se tornar o primeiro Visconde de Monserrate. Ele foi o responsável pela construção do parque e do magnífico jardim que faz parte dele, tendo reconstruído o palácio para que se tornasse quinta de veraneio da família.

Lord Byron (1788-1824), famoso poeta anglo-escocês, visitou a quinta em 1809, antes, portanto, na época de Beckford, e cantou sua beleza no poema “Childre Harold’s Pilgrimage”. [A propósito, nas fotos tiradas no centro de Sintra, tirei uma de um bar ou restaurante chamado “O Cantinho do Lord Byron”. Vide:

http://www.facebook.com/#!/photo.php?fbid=480506367586&set=a.480503252586.258650.577192586&pid=6402942&id=577192586

Em 1949 o Estado Português adquiriu a quinta e a área adjascente, num total de 143 hectares. Uma empresa estatal, a Parques de Sintra – Monte da Lua S/A, administra hoje todo o espaço da Paisagem Cultural da Sera de Sintra, que em 1995 foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Depois do Parque e Palácio de Monserrate, fomos ao Convento dos Capuchos. Trata-se de restos (algo mais do que ruínas) de um convento do século XVI, construído para os frades capuchinhos (franciscanos). O local é bonito, mas a construção, de uma “pobreza franciscana” (se me permitem a brincadeira), é deprimente. Tirei algumas fotos dentro e fora, mas nem sei se as vou publicar no Facebook. [Nota acrescentada posteriormente: Coloquei as fotos do Convento dos Capuchos, bem como algumas de downtown Sintra, no Facebook].

Paramos no centrinho de Sintra e jantamos ali, num café muito simpático, chamado Village Café. (O melhor restaurante da cidade, A Tulha, que ficava embaixo do café, estava feixado porque o proprietário estava em férias). No café, Bacalhau para os dois: na nata, para a Paloma, ao forno, para mim. Em ambos os casos acompanhado por batatas. A Paloma ainda tomou a onipresente sopa de pedras, que ela adora.

Agora estamos aqui no quarto do hotel, procrastinanto a arrumação das malas para a viagem a Londres amanhã cedo.

Adeus, Lisboa. Adeus Portugal. Até a próxima (espero).

Eduardo

Em Lisboa, 07 de Janeiro de 2011.

Advertisements

About Eduardo Chaves

[English] Eduardo Chaves is responsible for this blog. Eduardo Chaves is a writer, lecturer and consultant (private companies, NGOs, schools), and was a professor of philosophy during 45 years, before retiring from the University. Of these 45 years 70% were spent as Professor of Philosophy and History of Education at the University of Campinas (UNICAMP), in Campinas, SP, Brazil, where he worked in the Department of Philosophy and History of Education of the School of Education. His activity as a lecturer and consultant are the interactions between Change, Innovation, and Technology, in special in the area of Education. As a writer, he has been quite active in this over than 30 blogs since 2004. His writing covers the areas of Philosophy, Theology, Education and Politics (especially from the view point of Classical “Laissez-Faire” Liberalism). Secondarily, his blogs also discuss other areas, such as literature, cinema, and, more rarely, the other arts. He also writes on Epistemology and the Philosophy of Science. He was born on the 7th of September of 1943, is married, and has four daughters. He presently lives in a farm in the rural area of Salto, SP, Brasil, with his wife and professional partner Paloma Epprecht e Machado de Campos Chaves, Professor of Education in the Teacher Certification Program of the Federal Institute of Education, Science and Technology in the State of São Paulo (IFSP), Capivari campus. E-mail: eduardo@chaves.pro Portal de Blogs: https://chaves.space/ Fone: +55 (11) 97984-0000 Impressum: Blog published under the responsibility of: Eduardo O E M C Chaves (Ph.D., M.Div., B.D.) E-Mail: eduardo@chaves.pro E-mail: eduardo@chaves.space E-mail: ec@educhv.com E-mail: chaves@liberal.academy Site: https://chaves.space [Português] Eduardo Chaves é o responsável por este blog. Eduardo Chaves é escritor, palestrante e consultor (empresas, ONGs, escolas), tendo sido professor universitário por 45 anos (função da qual está hoje parcialmente aposentado). Desses 45 anos, mais de 70% foram passados como professor de Filosofia da Educação na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em Campinas, onde por 26 anos foi Professor Titular dessa matéria no Departamento de Filosofia e História da Educação (DEFHE) da Faculdade de Educação (FE). A especialidade em que atua como palestrante e consultor são as interações existentes hoje entre Mudança, Inovação e Tecnologia, em especial na área da Educação. Como escritor, atua principalmente em seus blogs, que cobrem principalmente Filosofia, Teologia, Educação e Política (em especial do ponto de vista Liberalismo Clássico). Secundariamente, seus blogs também discutem outras áreas, como a literatura, o cinema, e, mais raramente, as demais artes. Ele também escreve sobre Epistemologia e Filosofia da Ciência. Ele nasceu em 7 de Setembro de 1943, é casado, e tem quatro filhas. Reside atualmente na zona rural em Salto, SP, Brasil, com sua mulher e parceira profissional, coproprietária deste blog, Paloma Epprecht e Machado de Campos Chaves, professora de educação nas licenciaturas do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), câmpus de Capivari. E-mail: eduardo@chaves.pro Portal de Blogs: https://chaves.space/ Fone: +55 (11) 97984-0000 Impressum: Blog publicado sob a responsabilidade e editoria de: Eduardo O E M C Chaves (Ph.D., M.Div., B.D.) E-Mail: eduardo@chaves.pro E-mail: eduardo@chaves.space E-mail: ec@educhv.com E-mail: chaves@liberal.academy Site: https://chaves.space
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s